Previsão é de que projeto seja finalizado até 2020. Energia será distribuída a partir de 2016

No litoral da Escócia, a maior usina de energia das marés do mundo deve entrar em fase de obras nos próximos dias. A empresa responsável pela construção é a australiana Atlantis Resources, que terá apoio do Fundo de Investimento em Energia Renovável do Reino Unido.

Com nada menos do que 269 turbinas instaladas no fundo do mar, na região nordeste da Escócia, em Ness of Quoys, a usina foi apelidade de MeyGen e, quando finalizada, provavelmente será suficiente para abastecer 175 mil casas – o potencial total é de 400 MW.

Turbine_schematicMayGen-image-21-nov-2011jpg

De acordo com comunicado oficial, as obras devem ser iniciadas ainda em janeiro de 2015. Parte da eletricidade começará a ser entregue em 2016, quando 60 turbinas estarão em funcionamento. A usina deve ficar totalmente pronta em 2020.

Sem desperdício

Em vez de deixarem as linhas de transmissão para o fim da obra, os escoceses inverterem o processo. Desse modo, quando as primeiras turbinas começarem a funcionar, já será possível aproveitar a energia, sem qualquer tipo de desperdício.

A MeyGen é mais uma iniciativa do Reino Unido para tentar “limpar” sua matriz energética. As tentativas se intensificaram em 2011 e estima-se que 190 gigawatts de energia renovável estejam disponíveis até 2050.

Para saber mais sobre o projeto, clique aqui.

Veja também: O Japão irá testar o uso de turbinas submarinas que usarão correntes marinhas para gerar energia elétrica.

Fonte: [eCycle]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here